CNV

Click here to edit subtitle

Tempo Negativo?

Posted by DENIS FROTA (BenneDen) on April 16, 2016 at 9:25 AM


Alguns profetas do Antigo Testamento viajaram no tempo; eles passaram por experiências extraordinárias de êxtases e arrebatamentos espirituais.

 

 

Nota

Êxtase é um estado psíquico-espiritual pelo qual a pessoa fica, parcial ou totalmente, imersa no mundo espiritual.Não há perda de consciência e sim uma mudança de percepção dimensional, pois a mente humana transita entre o estado “físico-psíquico” e a realidade “psíquico-espiritual”. Há experiências extáticas em que o espírito do homem é arrebatado para a dimensão espiritual (Ap 21:10). E por último, há casos de trasladação física. (2 Rs 2:11; Hb 11:5).

 

 

Além das visões sobrenaturais e das revelações diretas de Deus, alguns videntes foram espiritualmente transportados para o futuro e puderam descrever com detalhes proféticos o que iria acontecer centenas de anos depois.

 

No Novo Testamento há registros, em menor número, de alguns discípulos de Jesus Cristo que tiveram experiências semelhantes; Paulo e João estão entre eles.

 

Quando o profeta  era arrebatado à dimensão espiritual, todas as limitações físicas inerentes à criação, incluindo: tempo, espaço, velocidade, desapareciam completamente. (Ez 8:1-3).

 

 

Meu questionamento paira não na possibilidade física ou espiritual de viajarmos no tempo,  mas no porquê todas as narrativas bíblicas sobre o assunto só apontam o futuro, nunca o passado.Vários homens de Deus “viajaram” no tempo positivo, sempre em direção ao futuro, mas não há um só registro bíblico de uma "viagem" ao passado.

 

Será que não existe o tempo negativo? Será isso um mistério silenciado por Deus aos homens ou ainda não conseguimos esquadrinhar a Bíblia o suficiente até descobrirmos as respostas?


 

 

E a Ciência o que diz?

 

Einstein já postulou no século passado, que há deformações no tempo e no espaço quando se viaja a velocidades muito elevadas. E é por essas - e outras - que a teoria da relatividade de Einstein é muito interessante.

 

Para Isaac Newton, existia apenas um tempo universal avançando para o futuro numa marcha contínua e irreversível, como um relógio perfeito. Einstein provou que não é isso que acontece no mundo. O tempo deixou de ser absoluto e, como conseqüência, a possibilidade de viajar no tempo deixou de ser vista como algo absurdo.

 

Há fenômenos que acontecem no dia-a-dia que parecem ter uma ordem cronológica intríseca, isto é, só fazem sentido se ocorrem em um sentido: passado->futuro. Porém, ao mesmo tempo, as teorias físicas que regem esses fenômenos são invariantes no tempo, e isso significa que você pode aplicar a mesma equação para descrever o fenômeno sendo ele considerado no sentido passado: ->futuro ou futuro->passado. Surge então a pergunta: Por que não vemos esses fenômenos ocorrendo no sentido Futuro ->Passado?

 

Aí é que entra a flecha-do-tempo. Ela é um conceito físico que não pode ser medido, mas apenas é sentido por todos nós, no nosso subconsciente.

 

Hoje os cientistas tentam identificar o quê nos faz sentir a flecha do tempo, e porque temos a impressão de que o tempo passa. Passa para onde? Veio de onde?

 

As equações de Maxwell admitem o uso de tempo negativo, ou seja, regredindo. As equações não alteram de resultado, apenas mostram que o campo eletromagnético passa de transmitido para recebido.

 

 

Se para avançar no futuro só é preciso construir espaçonaves mais rápidas, quando será possível voltar no tempo? Quando se trata de retroceder no tempo, o problema não só se restringe à tecnologia, mas também às incertezas teóricas que ainda persistem sobre a verdadeira natureza do tempo.

 

Os pesquisadores modernos propõem que eventos que dessem marcha a ré no tempo, indo para o passado, reduziriam a entropia, não podendo deixar qualquer vestígio de terem ocorrido, o que equivale a não terem de fato ocorrido.

 

Termodinamicamente falando, sempre que dois corpos de temperaturas desiguais são postos juntos, a energia flui entre eles até igualar as duas temperaturas. Associado com essa difusão de calor está um aumento na quantidade conhecida por entropia. Tanto quanto saibamos, o calor nunca flui espontaneamente no sentido inverso, e a entropia do Universo está sempre aumentando.

 

Reverter a flecha do tempo seria equivalente a diminuir a entropia, por exemplo, se um objeto a uma temperatura uniforme espontaneamente se aquecesse em um ponto e se resfriasse em outros.


 

 

Conclusão Especulativa

 

Parece que a matéria espaço-tempo positiva só pode existir abaixo da velocidade da luz, ou no universo espaço-tempo físico. A esfera espaço-tempo negativo será composta por partículas que se deslocam a velocidades maiores que a da luz.

 

Diante disso, podemos especular que esse universo espaço-tempo negativo poderá ser o universo de uma dimensão espiritual; de massa negativa e entropia negativa, onde o grau de desorganização tende a zero, por outras palavras, tende a ser“imutável” ou “eterno”.

 

A Bíblia diz que Deus habita em luz inacessível. É bem provável que estejam implícitos nesta afirmação,  dimensões e níveis espirituais.


Creio que cada ser criado está adaptado a sua esfera de existência. Os peixes, por exemplo, vivem nas águas; alguns em águas doces, outros em águas salgadas rasas ou profundas. Eles não podem viver na terra, assim como os animais terrestres não estão adaptados para mudarem seu habitat para as águas; os anjos vivem numa dimensão na qual os homens mortais não podem penetrar; e Deus está numa dimensão gloriosa, muito acima dos anjos querubins, em luz inacessível. I Tm 6:16.


O homem sozinho, com sua própria sabedoria e força ou mesmo com o apoio de todo o aparato tecnológico e científico disponível, não consegue viajar no tempo e adentrar um milímetro pelos portais da eternidade em direção a Deus. É preciso que Deus venha até o homem ou o chame à Sua presença.


 

 

BenneDen


Categories: Artigos, Teologando

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments