CNV

Click here to edit subtitle

SEJA BEM-VINDO!

Vida News

       Saiba Mais Sobre Nós

       CLASSE 301 

               Discipulado.

Rildo Freitas

Campus Nova Vida - Aconteceu

 

Mensagem de Domingo - Os Desacreditados 

Segundo as estatísticas do IBGE, em 1950, “os sem religião” eram aproximadamente 0,5% da população. Hoje eles já são a terceira maior “identidade religiosa” do País, estando atrás apenas dos católicos e dos evangélicos.

Eles não são adeptos da “não religião”, por serem ateus, mas são aqueles que já frequentaram uma Igreja e se decepcionaram.

 

Decepcionados com a Igreja, descrentes dos crentes e convictos que as demais religiões não os levariam a Deus, optaram em ser “sem religião”.

 

Por que os “sem religião” crescem tanto? Por qual razão a sociedade brasileira está descrente dos crentes? Podemos resgatar a credibilidade da Igreja? O que devemos fazer?


veja mais

FICANDO NA BRECHA

Muitas cidades estão assoladas pela corrupção, violência, roubos, drogas, prostituição, etc. Cidades, outrora, prósperas, tranquilas e seguras, hoje vivem um caos. Por quê? Porque há brechas nos muros de proteção da cidade. Brechas na muralha de uma cidade revelam falhas em sua defesa e a falta de proteção diante de ataques inimigos.

Mas nem todos sabem que Brechas são metáforas que apontam para o pecado de um povo como legalidade ao juízo.

Deus busca um homem que possa ficar na brecha como escudo humano diante dele, em favor do povo.

Não basta ter a visão dos problemas e dos pecados de sua cidade. É preciso ter coragem para ficar na brecha.


A Disposição de reparar as próprias brechas é o que torna o homem habilitado diante de Deus para interceder pelo o povo. Para que nos coloquemos na brecha pelos outros, precisamos reparar a nossa vida. É necessário que o voluntário se disponha a viver em santidade, segundo o propósito de Deus.


Se alguém ficar na brecha, a cidade será perdoada e o mal cessará.


Veja mais

MENSAGEM DE DOMINGO - GRATIDÃO

"Como poderei retribuir ao Senhor por tudo o que Ele me tem dado?"    (Sl 116:12). Nas situações de dívida impagável com Deus, o homem agradecido sente-se embaraçado e faz tudo o que está a seu alcance, tendendo a transbordar-se num excesso que se sabe sempre será insuficiente diante da infinita benevolência divina.


Os seres humanos sempre estão insatisfeitos com alguma coisa e com a própria vida. Estamos sempre inconformados, enfatizando aquilo que falta. O ser humano tem a tendência de focalizar apenas as coisas negativas. Assim, tornamo-nos pessoas que só reclamam, murmuram e lamentam. 


Veja mais

 

MUNDO - A Versão Satânica do "Paraíso Alternativo".

I. Definindo o termo “mundo”

Ao estudarmos o tema mundo, é muito importante que entendamos os vários usos dessa palavra na Bíblia. Há, pelo menos, três usos principais.


1.Mundo - O universo

Este é o mundo bonito criado por Deus – “O Deus que fez o mundo e tudo o que nele existe” (At 17.24). “O Verbo (Jesus) estava no mundo, o mundo foi feito por intermédio dele” (Jo 1.10).


  1. Mundo - Todos os seres humanos

Sendo o homem a parte mais importante do universo, a palavra “mundo” é mais usada para significar “a humanidade”. Deus amou ao mundo (Jo 3:16). Foi este mundo de homens e mulheres de carne e sangue que “Deus amou” (Jo 3.16) e para o qual“enviou seu filho” … “para que o mundo creia…” (Jo 17.21).


  1. Mundo – O sistema social em oposição a Deus

O mundo que Deus criou para refletir a Sua glória está hoje em rebelião contra Deus. O Mundo aqui é a versão de Satanás de um “Paraíso Substituto”, onde o homem pode viver independente de Deus.

1 Jo 5: 19 Sabemos que somos de Deus, e que o mundo inteiro jaz no Maligno.

I João 2.15 “Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele”



Veja mais 

 
 

Rádio Internacional

 

O Massacre dos Inocentes


A superpopulação e o Massacre dos inocentes.

Há muito tempo um grande líder político, o Faraó Ramsés II, preocupado com a superpopulação do povo hebreu e a ameaça de perder o trono, teve a “brilhante” ideia de mandar matar todos os bebês hebreus, do sexo masculino. (Ex 1:22).


Muito tempo depois (1450 anos), outro líder político chamado Herodes, o Grande, teve ideia similar, ao mandar matar todos os meninos de Belém e de todo o território vizinho, de dois anos para baixo, a fim de não perder o trono para o recém-nascido Rei dos Judeus, Jesus. (Mt 2:16-18).


Esses dois governantes foram apenas marionetes nas mãos de alguém mais poderoso do que eles, que tinha uma agenda bem mais complexa: Satanás.


A História se repete? Parece-me que essas mesmas castas geracionais malignas continuam ativas na militância PRÓ-ABORTO de muitos governantes contemporâneos.

Deixe o Seu Recado

Faça Login ou Registro

 

Novos Membros

FOTO DA SEMANA

Nosso Blog

Vídeos Recentes

76 views - 0 comments
97 views - 0 comments
88 views - 0 comments

Fotos Enviadas 

 

Subscribe To My Website

  • Subscribing allows you to get site updates. Your email address will be kept private.

Contato

Thank you for contacting us. We will get back to you as soon as possible
Oops. An error occurred.
Click here to try again.